Bacia leiteira de Bodocó sofre com a falta de chuva

5 de setembro de 2015


bodoco_leite

Produção já foi de 175 mil litros de leite por dia, hoje os criadores de animais  tiram menos de 100 mil litros.

Por Roberto Gonçalves

O município de Bodocó no sertão do Araripe, tem o status, de segunda maior bacia leiteira de Pernambuco. O queijo e o doce de Bodocó são conhecidos em todo o estado, a região é  rica mas  não está podendo usufruir dessa riqueza.

Por causa da estiagem, falta a vegetação e o gado está morrendo, mas para isso há solução, o povo sertanejo acredita que essa realidade pode mudar, basta a classe política querer.

Para tristeza dos criadores da região, a produção de leite vem caindo ano a ano, Bodocó fica a 675 KM da capital e já chegou a produzir 175 mil litros de leite por dia, hoje os criadores de animais  tiram menos de 100 mil litros.

Nesse ano em Bodocó as chuvas ficaram abaixo da média. Segundo a APAC choveu 40 % a menos do que era esperado, a média histórica para essa região é de 501 mm, só caiu 297. Em todo o estado, o acumulado ficou bem abaixo do previsto, a região do agreste também está sofrendo, lá a queda foi de 31 %, muitos reservatórios de água já entraram em colapso, dos 185 municípios de Pernambuco, 126 já decretaram situação de emergência.

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades