Criança internada com 60% do corpo queimado morre em Petrolina, PE

22 de outubro de 2015


Do G1 de Petrolina

Menino, de cinco meses, foi vítima de incêndio no dia 10 de outubro. O fogo teria sido causado pelo próprio pai.

Uma criança de cinco meses que estava internada com 60% do corpo queimado morreu nesta quarta-feira (21) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O menino foi vítima de um incêndio causado pelo próprio pai no dia 10 de outubro em Bodocó, também no Sertão.

De acordo com nota divulgada pela direção do Hospital Dom Malan/IMIP, as queimaduras que vitimaram o paciente foram causadas por gasolina. O menino chegou ao hospital no dia 10, mas foi transferido para o Hospital Regional na cidade vizinha de Juazeiro, BA, por ser uma unidade referência em queimados na região.

Ainda segundo a nota, no dia 16 de outubro a criança retornou ao HDM, por ter apresentado piora no quadro clínico e necessitar de ventilação mecânica e cuidados intensivos. O menino recebeu atendimentos na sala vermelha da Emergência Pediátrica enquanto aguardava por vaga em uma unidade de tratamento intensivo em um hospital especializado em tratamento de queimados.

Na manhã desta quarta-feira o menino apresentou piora do quadro clínico e não resistiu. A nota do HDM afirma que a UTI Pediátrica do hospital conta com dez leitos, mas no momento todos estão ocupados por pacientes crônicos, alguns há mais de um ano.

Entenda o caso

O incêndio que deixou o corpo da criança queimado aconteceu no bairro Vila São Francisco, no município de Bodocó. O pai do menino teria discutido com a mãe e, por ciúmes, teria iniciado o fogo. O irmão da vítima, de 5 anos, também estava na residência e morreu no local.

Segundo informações da Polícia Civil, foi solicitado um mandado de prisão temporária para os pais. O pai das crianças foi encaminhado à Cadeia Pública de Exu, também no Sertão do estado, onde aguarda por decisão judicial. Já a mãe dos meninos foi conduzida ao Presídio Feminino em Verdejante, PE.

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades