Ex-presidente da autarquia educacional do Araripe(AEDA), Darticléia Lima, é acusada de desvios de recursos em época que comandou a instituição.

07/04/201514h:27 por

Por Genival Sousa

Revoltado com a família Pereira lima, prefeito de Araripina usa de todos os artifícios para atingir família, por não concordar com a forma de administração da nossa cidade. A família Pereira Lima apoiou o prefeito em 2012, mas logo veio à decepção, e com isso o rompimento político dos mesmos.

 darti8967_n
Darticléia Lima Modesto (Fonte:Facebook)

Diante deste rompimento a família vem sofrendo muita perseguição por parte do gestor municipal e sua esposa, a qual disputou uma vaga de deputada estadual, perdendo para Socorro Pimentel, que conseguiu vencer a primeira dama, depois de tal derrota nas urnas, o prefeito não se preocupa mais com ninguém, só se preocupa em maltratar as pessoas e persegui-las, pessoas as quais o colocaram na prefeitura, a exemplo da família Pereira Lima, a qual bate de frente com a gestão municipal. Por causa disso também, transferiu a ex-vereadora e dentista Maria Augusta para o distrito de Nascente, local muito distante, que é servidora concursada do nosso município, a vereadora Camila Modesto também tem sofrido diversas perseguições por parte da primeira dama e do prefeito. Recentemente o prefeito usou pessoas do seu governo para acusar a professora e ex-presidente da (AEDA) Maria Darticléia Lima Modesto de ter desviado recursos da instituição que comandava, Darticléia nega as acusações, e diz que essa é a forma que o prefeito arrumou para atacá-la, segundo ela, o prefeito já a convidou  para fazer parte novamente do seu governo.