Getrin6 promove seminário em Araripina sobre Trabalho Seguro e Sustentável

10 de junho de 2015


20150608_193838_g

Teve início na noite de segunda-feira, 08, o seminário Trabalho Seguro e Saudável no Sertão do Araripe. A conferência de abertura, com o título “Adoecimento e morte do trabalhador na perspectiva dos direitos humanos”, foi proferida pelo presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 6ª Região (Amatra6), juiz André Luiz Machado.

Em sua palestra, o juiz chamou a atenção para que não se interprete direitos humanos de forma distorcida, como parte da sociedade tem feito e como a mídia vem enfocando, com o recorte exclusivo da garantia do direito de facínoras.

De forma geral, mas didática, o palestrante definiu os direitos humanos como garantia da dignidade humana, da satisfação de todas as necessidades do ser humano. “Todos os espaços coletivos precisam estar preenchidos”, destacou.

Ele defendeu a emancipação humana, reconhecendo “que só uma sociedade radicalmente democrática, de democracia participativa, que vai muito além do modelo que hoje temos” pode permitir tal emancipação.

Por último, André Machado manifestou preocupação com o quadro atual das relações trabalhistas, sublinhando a precarização do trabalho, num retrocesso social, com a perda de conquistas históricas. “O acesso ao trabalho deve ser o direito ao trabalho decente, isto é, ao trabalho produtivo e bem remunerado”, concluiu.

Compuseram a mesa de honra de abertura do seminário Trabalho Seguro e Saudável no Sertão do Araripe Kalina Maria Ramos Alencar, representando a diretora-presidente da AEDA, professora Maria Ramos Muniz; o gestor regional do Getrin6, desembargador do trabalho Fábio André de Farias; o secretário de comunicação, Airton Lage, representando o prefeito de Araripina, Alexandre José de Alencar Arraes; o presidente da Associação dos Magistrados Trabalhistas da 6ª Região, juiz André Luiz Machado; a juíza titular da Vara do Trabalho de Araripina, Carla Janaína Moura Lacerda; a diretora da Fiepe, Ceissa Costa; o diretor do Centro Regional da Fundacentro de Pernambuco, Túlio Gadelha e o auditor fiscal Carlos Fernando da Silva Filho, representando o Ministério do Trabalho e Emprego.

O cerimonial foi conduzido pela juíza do TRT-PE e gestora regional do Programa Trabalho Seguro, juíza Ana Maria Freitas.

Eugênio Jerônimo Assessoria de Imprensa do TRT6.

Fotos: Stela Maris

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades