Guilherme Uchoa “esquece” ato de 2011 e nomeia marido de deputada para chefia na Assembleia

18 de maio de 2015


RP SP

Do Blog do Jamildo

Sem alarde, o presidente da Assembleia, Guilherme Uchoa, nomeou o marido da deputada estadual Socorro Muniz (PSL) como chefe do “Departamento de Inovação” da Assembleia. O ato 303/15 foi assinado em 14 de maio deste ano.

O marido da deputada é o ex-deputado Raimundo Pimentel (PSB). Ele e a esposa fazem política em Araripina, sertão do Estado.

Raimundo Pimentel rompeu com Eduardo Campos nas eleições municipais de 2012, ficando sem legenda para concorrer à reeleição em 2014. Com isso, lançou a esposa para deputada, que foi eleita com expressiva votação.

Seria mais um parentesco normal nas nomeações de cargos sem concurso no Estado, salvo se o ato não estivesse em aparente contradição com outro ato do próprio Guilherme Uchoa, de número 1315/2011, que proibiu o nepotismo na Assembleia.

Uchoa nomeou Raimundo Pimentel para uma “função gratificada”. Aparentemente, a Assembleia não observou que o ato de 2011 também proíbe nomear parentes de deputados para funções gratificadas.

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades