Mulher de Araripina que estava desaparecida morre em hospital no Maranhão

6 de dezembro de 2016


Do Araripina em Foco

Nesta segunda-feira (05), morreu Raimunda de Carvalho Gomes, conhecida como “Di manicure”, gravida de gêmeas, que estava desaparecida desde a última quinta-feira em Araripina (PE). Raimunda foi para a casa de uma irmã na cidade de Buriti, no Maranhão, ao chegar, desmaiou e entrou em trabalho de parto, sendo levada para o hospital daquele município pela irmã, após chegarem, a manicure foi  submetida a uma cesariana de emergência e não resistiu; Morreu ela e as crianças.

Segundo informações do filho de Raimunda, Claudean Gomes, ele deixou a mãe no hospital e depois foi para casa, como ficou combinado entre eles que quando terminasse a consulta a buscaria, recebeu a ligação da mãe por volta das 19h, que pediu para que fosse buscá-la e solicitou que fosse rápido, afirmando que estava sendo seguida por um veículo preto, mas quando chegou ao local não encontrou mais a mãe.

Segundo o comissário de polícia Alexandre Campelo, a família chegou a fazer o registro do desaparecimento da manicure, mas a polícia não encontrou nenhum registro dela no hospital e nem nas câmeras de segurança próximas ao local. “Depois um moto-taxista veio aqui na delegacia, disse que tinha reconhecido a foto dela nas redes sociais e confirmou na frente dos familiares que a levou à cidade de Marcolândia (PI), divisa de  Araripina”, afirmou Alexandre Campelo.

O policial também relatou que o ex-companheiro e pai das gêmeas de Raimunda chegou à confirmar na delegacia que ela tinha fugido por conta própria com R$ 20 mil dele. “Diante dessas duas informações, concluímos que ela não estava desparecida e sim tinha fugido por conta própria, aí foram encerradas as investigações”, afirmou Alexandre.

Esperamos que os fatos sejam mais apurados sobre esse caso pela Polícia Civil de Araripina. Voltamos com mais informações a qualquer momento.

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades