Passageiro não sabe de cobrança de 50% até Cumbica e agride taxista

15 de janeiro de 2015


Taxa é cobrada para compensar deslocamento sem passageiro até SP.
Taxista ficou ferido na testa nesta manhã desta quinta; veja imagens.

5aa3139ac6af31d9b146d2d698ebb76a8b075433

Um passageiro que não sabia da cobrança da taxa de 50% nas corridas até Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, agrediu um taxista na manhã desta quinta-feira (15), como mostrou o Bom Dia São Paulo. 

O passageiro havia feito uma corrida do Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo, até Guarulhos, que custou R$ 60. O taxista cobrou o adicional e acabou sendo agredido. Ele ficou ferido na testa. A equipe de reportagem registrou a agressão.  

A cobrança, que havia sido bloqueada pelo então prefeito Gilberto Kassab (PSD) em 2008, voltou a ser cobrada na semana passada.  

A taxa de mudança de município é cobrada porque o taxista, cadastrado em São Paulo, após deixar o passageiro no aeroporto, não pode pegar outro cliente para voltar à capital paulista.
Outros passageiros ouvidos pelo Bom Dia São Paulo reclamaram, mas os taxistas defendem a cobrança.

O presidente do Sindicato dos Taxistas, Natalício Bezerra, defende a cobrança. Segundo ele, alguns taxistas não têm interesse em ir para Guarulhos na hora do rush.

“Hoje nós temos os corredores. O cidadão toma um táxi em São Paulo para o aeroporto, ele pega o corredor direto para Guarulhos e vai em meia hora. Já para voltar o taxista demora duas horas, Hoje, [com a cobrança] ele faz, porque compensa. Ele recebe 50% na volta, no retorno”, afirmou.

 

Por G1

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades