Polícia Federal intima o filho de Lula a depor

30 de outubro de 2015


Luis-Claudio

Convocação foi entregue no dia do aniversário do ex-presidente.

Agência O Globo

O filho caçula do ex-presidente Lula, Luís Cláudio Lula da Silva, foi intimado, na última terça-feira, dia do aniversário de 70 anos do pai, para depor na Polícia Federal. De acordo com a defesa de Luís Cláudio, a intimação foi entregue por volta das 23h de terça-feira, quando ele chegou da festa de comemoração do ex-presidente.

O depoimento deveria acontecer nesta quinta-feira em São Paulo, mas o advogado de Luís Cláudio, Cristiano Zanin Martins, pediu o adiamento, o que foi aceito pela Polícia Federal. Em nota, defesa do filho do ex-presidente alegou que o prazo entre a convocação e o depoimento era muito curto e os advogados não tinham conhecimento do inteiro teor das investigações.

Procurada, a assessoria da PF não confirmou se a intimação ocorreu mesmo por volta das 23h. O filho caçula de Lula participou na noite de terça-feira da comemoração pelo aniversário do pai, no instituto do ex-presidente, na Zona Sul de São Paulo. A presidente Dilma Rousseff também esteve na celebração, que reuniu cerca de 30 pessoas. Logo depois de chegar ao apartamento onde mora, nos Jardins, na Zona Oeste da capital paulista, Luís Cláudio foi procurado pela Polícia Federal.

Na última segunda-feira, as empresas de Luís Cláudio foram alvo de uma operação de busca e apreensão por parte da Polícia Federal. De acordo com investigações da Operação Zelotes, a LFT Marketing, do filho do ex-presidente, recebeu R$ 2,4 milhões da Marconi & Maltoni, que em 2009 teria articulado no Planalto o lobby para aprovação de uma medida provisória que beneficiava empresas automotivas no Centro-Oeste.

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades