Rinoceronte foge de reserva florestal, invade a cidade e mata mulher no Nepal

30 de março de 2015


Uma mulher de 61 anos morreu e seis pessoas ficaram feridas depois que um rinoceronte fugiu de uma reserva florestal e invadiu a cidade de Makwanpur, no Nepal. De acordo com o jornal Daily Mail, o animal correu pelas ruas e pisoteou carros e pedestres que tentaram fugir. A invasão foi registrada em vídeo e mostra o mamífero de mais de 1,4 tonelada correndo entre carros que buzinavam para tentar espantá-lo, sem sucesso.

A presença do animal selvagem solto pelas ruas gerou uma enorme mobilização do governo local, que levou elefantes treinados para a cidade, com o objetivo de encurralar o rinoceronte e levá-lo de volta à Reserva Selvagem, no distrito de Parsa. De acordo com a polícia, armas com injeções tranquilizantes foram usadas contra o animal para acalmá-lo.

O governador local, Ram Prasad Thapaliya, comentou sobre o ocorrido e disse que a população ficou horrorizada com a presença do animal. “Ele entrou inclusive em um hospital. As pessoas, muito assustadas, tiveram que pular pelas grades, pelas janelas”, disse o governante. De acordo com um porta-voz da polícia, o animal chegou a atingir a velocidade de 54 km/h, enquanto corria.

Rinoceronte anda pelas ruas de cidade do Nepal
Rinoceronte anda pelas ruas de cidade do Nepal Foto: BIDUR GIRI / AFP

Essa não é a primeira vez que um rinoceronte causa mortes no Nepal. Em 2013, um homem morreu depois de ser atacado por um animal enquanto pescava, dentro de um parque nacional, com reserva florestal. Segundo dados do governo, 534 rinocerontes vivem em florestas nepalenses, que têm políticas públicas para conscientizar e alertar a população em caso de fuga de um animal desse tipo para as zonas urbanas.

Rinoceronte corre pelas ruas de cidade do Nepal
Rinoceronte corre pelas ruas de cidade do Nepal Foto: BIDUR GIRI / AFP
Rinoceronte desfila por cidade do Nepal
Rinoceronte desfila por cidade do Nepal Foto: Reprodução / YouTube

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades