Se Dilma continuar com “7% ou 8%” não concluirá mandato, diz Temer

4 de setembro de 2015


Para Temer, ela não conclui o mandato com aprovação tão baixa

michel temer by ALEX SILVA estadao conteudo

MICHEL TEMER NA NOITE DESTA QUINTA-FEIRA (3), DURANTE ENCONTRO COM EMPRESÁRIOS EM SÃO PAULO. (FOTO: ALEX SILVA/ESTADÃO CONTEÚDO)

Do Diário do Poder

Declaração do vice-presidente Michel Temer em São Paulo, na noite desta quinta-feira (3), deverá agravar seu mal-estar com o PT e a própria presidente da República. Durante ma conversa com empresários, ele afirmou que será mesmo “muito difícil” Dilma chegar até o fim do mandato se permanecer com índices tão baixos de popularidade.

– Ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice baixo. (…) Se continuar assim, eu vou dizer a você, 7%, 8% de popularidade, de fato, fica difícil.

Apesar disso, Temer considera que Dilma não “é de renunciar” e a elogiou: “Ela é guerreira, não me parece que ela seja, digamos, renunciante”. Mas advertiu: “é preciso melhorar o que está aí”.

Sobre a hipótese de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cancelar o registro da candidatura da chapa presidencial da qual faz parte, com a conseqüente anulação da posse,  em razão das denúncias envolvendo o financiamento da campanha da presidente Dilma com dinheiro roubado da Petrobras e outras irregularidades, Temer afirmou que, “se a chapa for cassada eu vou para casa feliz. Ela vai para casa… Não sei se feliz”. E fez votos para que o governo “vá até 2018″.

COMENTÁRIOS

Facebook

Receba Novidades